Entrevista a Fábio Costa sobre a sua deslocação às Bermudas (EUA)

By
Updated: Novembro 2, 2017

Como já é sabido, dia 11 de Novembro Fábio Costa estará nas Bermudas para enfrentar Nikki Bascome, atleta local que também está invicto como o atleta luso.

O Site boxeportugal.pt entrou em contacto com Fábio Costa para saber um pouco mais sobre sí e a sua deslocação a território americano ao qual fomos carinhosamente recebidos.

Aproxima-se o dia que poderá mudar a vida de Fábio e do seu treinador Fernando Kinguell para sempre, devido à magnitude desta oportunidade em terras que o Boxe é desporto Rei e visto como o desporto numero 1 do país. Uma oportunidade única para o boxe Português que poderá abrir muitas portas em seguida.

Entrevista a Fábio Costa:

1- Nome, idade, profissão, hobbies?

Fábio”Mãos de pedra”Costa 25 anos Pugilista profissional Família / Boxe

2- Como se sente em viajar até às Bermudas para ser cabeça de cartaz em um combate onde o oponente local também está invicto?

Sinto me bem e confiante, trabalhei muito durante estes anos todos para conseguir uma oportunidade destas e mostrar o meu valor!! O facto de ser combate principal é um acréscimo de responsabilidade que tou pronto para assumir.

3- Mudou alguma coisa na sua rotina de treino para este combate?

Sim claro. A motivação, a responsabilidade ficou acrescida.. Os métodos de trabalho mais exigentes!! Quero e vou dar o meu melhor por mim e pelo boxe nacional!!

4- Espera um oponente mais forte do que aqueles que enfrentou até ao momento?

Espero um oponente bem preparado e motivado!! Cada adversário que enfrento, é mais um degrau para atingir os meus objectivos!! Entro para ganhar e não vou fugir à regra!!

5- Acha que a sua presença em território Americano pode dar um Boost na sua carreira de atleta?

Tudo é possível!!! Qualquer atleta tem o sonho de um dia poder mostrar o seu valor em piso americano!! Eu não fujo a essa regra!! Tudo farei para mostrar o meu valor!!

6- Conhece o adversário? Algumas preocupações com o mesmo?

Sim conheço. Juntamente com o meu treinador analisamos os seus combates, vai ser um bom espetáculo!!

7- Sente-se na máxima força para este combate?

Sinto me bem para este combate, tou forte e motivado!!

8- Acha que a comunicação social em Portugal está atenta a um feito destes?

 Claramente não!! É muito frustrante, trabalho muito juntamente com a minha equipa técnica para me manter a este nível, sem qualquer tipo de apoio… Merecíamos um pouco mais de respeito…

9- O seu futuro no boxe passa por Portugal ou pensa atacar mais no estrangeiro?

Infelizmente não é fácil fazer carreira no nosso país, sei o que quero e vou lutar por isso, seja cá ou noutro sítio… Jogo em qualquer lado, não me preocupo com isso..

Desejamos a maior das sortes a toda a comitiva Lusa que se desloca já dia 8 de Novembro para as Bermudas e estaremos atentos a todos os desenvolvimentos.

 

Créditos fotográficos: photo Place (facebook: @photo.placept Instagram: @photo__place)

 6,977 total views,  1 views today